Pular para o conteúdo principal

COROA DA IMAGEM DA PADROEIRA DO BRASIL VAI GANHAR UM GRÃO DE AREIA DO CUNHAÚ


Uma missa, no domingo, 5 de junho, às 18 horas, na Catedral Metropolitana, marcando a peregrinação da imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, na Arquidiocese de Natal. Nessa celebração, será entregue uma porção de terra ao missionário redentorista, Padre Evaldo César, de Aparecida (SP). Dela, será tirado um grão para compor a coroa de Nossa Senhora Aparecida, que está sendo confeccionada por ocasião dos 300 anos em que a imagem foi encontrada no Rio Paraíba, no interior de São Paulo, em 1717. A coroa vai conter grãos de areia de todos os estados do Brasil.
No Rio Grande do Norte, a areia será proveniente de três lugares: Cunhaú, no município de Canguaretama; Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante; e do Rio Potengi, em Natal, onde foi encontrada a imagem de Nossa Senhora da Apresentação, padroeira da Arquidiocese, em 1753.
A missa, nesse domingo, será presidida pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha; concelebrada pelos arcebispos eméritos, Dom Heitor de Araújo Sales e Dom Matias Patrício de Macêdo; pelo bispo de Mossoró, Dom Mariano Manzana, e pelo bispo de Caicó, Dom Antônio Carlos Cruz; além de padres da Arquidiocese de Natal e do Padre Evaldo César, de Aparecida (SP). A celebração será transmitida pela TV Aparecida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quem é a Comadre Fulozinha

A Comadre Fulozinha é uma entidade espiritual que não pode ser vista, muito embora se diga que ela tem forma humana e aparece como uma moça de cabelos longos. Contam que é uma criança que distanciou-se da mãe, perdeu-se na mata e passou a viver, então, entre os bichos para ser sua protetora. Com um cipó na mão costuma surrar os caçadores e seus cães, afugentando-os das matas. Um assovio agudo é o sinal de sua presença. Quando assovio soa longe é porque está por perto, mas se o assovio for próximo é sinal que ela está longe. Às vezes ela assovia no ouvido dos caçadores, o que pode causar surdez temporária. Quando alguém experiente vai caçar e percebe alguma coisa estranha, sempre volta à entrada da mata para oferecer à Comadre Fulozinha um pouco de fumo. Por gostar de fumar, ela se entreteria momentaneamente e deixaria o caçador em paz. Quando faz suas visitas às casas, as pessoas colocam pratos de papas ou coisas doces para que ela não fique enfurecida. Comadre Fulozinha seria a protetor…

O MISTÉRIO DAS BOTIJAS DE CANGUARETAMA